as voltas que a vida dá

Hoje por acaso falamos do meu blog, pelas circunstâncias ocultas do universo já estava pensando nele há alguns dias. Pensei em trocar o nome, é tão vaidoso ter um blog com seu próprio nome, pensei. Contudo, à época em que o criei eu achava apropriado, afinal, era um blog sobre mim, escrito por mim. Bom, mas vamos lá…

Antes que eu pudesse lembrar novamente do blog, e daquele desejo de vir aqui dar aquela atualizada, uma grávida que acompanhei compartilhou o link do relato que fiz do seu parto. E assim, as teias invisíveis trouxeram meu bloguinho à tona outra vez.

Pra mim esse espaço é sagrado, por algumas razões: eu adoro escrever e ter um blog é uma boa desculpa para isso; adoro compartilhar minhas experiências, descobertas, catarses, pois na outra mão, aproveito, aprendo e me delicio com as experiências alheias também; sou da turma old shcool em que blogs eram no Blogger e tinham nomes esquisitos (confesso que coloquei meu próprio nome por falta de criatividade mesmo!) e as pessoas faziam daquilo seu espaço de expressão, dava pra sentir/ver/saber/conhecer as pessoas através de seus blogs… enfim… a verdade é que eu tenho um apego danado a isso aqui.

Mas queria dizer que muita coisa mudou desde a última postagem. Melhor, eu diria que TUDO mudou.

Publicar 001

 

Então pensei em desfazer esse blog ou refazer as postagens, tirar, acrescentar, editar… mas a vida é o que é, sempre em frente. De que adianta apagar daqui se fez parte da minha história?

No entanto, editei algumas postagens por não representarem mais minhas posições ideológicas e eu não quero passar mensagem que não me representa por aí. No mais antecipo meu mea culpa pelas bobagens que escrevi e continuarei escrevendo… e tentarei aparecer mais por aqui! :)