Sou doula!

 

Do dia 03 ao dia 06 de outubro estive fazendo o curso de formação de doulas pelo GAMA.

O GAMA (Grupo de Apoio à Maternidade Ativa) é pioneiro na capacitação de profissionais pela humanização do parto. Muita gente importante no cenário da humanização passou por lá e continua passando…

Agradeço ao meu marido por ter insistido que eu fizesse o curso (obrigada, amor!), pois além de uma oportunidade de capacitação, foi um momento de muitas reflexões para mim. Saí renovada e com energia para realizar muita coisa nova na minha vida.

Prática de massagens e toque

Prática de massagens e toque

Segundo dia de curso

Segundo dia de curso

Há alguns dias eu vinha conversando com Lisley sobre a ideia de montarmos uma roda de gestantes e mães lá em Campina Grande, pois sentimos essa ausência de informações e de apoio às mães por lá. Durante o curso, compartilhei minha ideia com Juliana e ela falou que se eu quisesse podia levar a Gestar e Maternar para lá. Achei ótimo! Então, o primeiro fruto desse curso é a “filial” Gestar e Maternar em Campina. Estamos conversando, sem pressa, para fazer tudo bonitinho e da melhor maneira possível, nos aguardem! ^^

Eu, Melânia Amorim e as facilitadoras da Gestar e Maternar.

Eu, Melânia Amorim e as facilitadoras da Gestar e Maternar.

 

**

Ontem meu pai ficou me perguntando para que danado eu inventei de fazer esse curso, pois segundo ele, deveria estar estudando para concursos.

Isso foi um tema das minhas reflexões… cada vez que alguém me pergunta POR QUE eu faço origami, curso de cinema, curso de doula ou qualquer outra coisa ao invés de estudar para concurso, confesso que nunca tenho vontade de responder por que quem elabora esses questionamentos dificilmente entenderá que mais importante que estudar é aprender, conhecer.

E o aprendizado não deve estar focado em apenas 1 área de interesse. Tudo está interligado e se complementa numa enriquecedora experiência de aprendizado, de aprofundamento e consciência. A vida é tão imensa, tantas coisas bonitas e interessantes no mundo para eu reduzir meu tempo a códigos e teoria jurídica. Ah, eu não… não agora.

Sempre soube que eu sou muitas coisas, que eu posso fazer muitas. Deus me deu muitas habilidades e muitos interesses. Estive me desviando da minha essência, mas, no auge dos meus 25 anos, decidi: vou ser tudo que quero ser!

**

Fotos: Cíntia Mapurunga

 

 

  • Rayssa Medeiros

    Que lindo, Heloá. Me identifico profundamente com os últimos parágrafos. Cheguei a me achar uma pessoa “sem foco”, mas hoje penso que uma existência apenas é muito pouco pra tudo o que eu quero ser na vida =)

  • flavioclima

    Acho que o time das doulas ganhou um grande reforço! ^^

  • Pamela Borges

    Essa escola já chegou em CG? Preciso/Necessito fazer o curso para Doula, é um tipo de amor ao parto, a vida <3